Biografia Artística Profissional, uma ferramenta de comunicação poderosa para se apresentar no mercado cultural

Biografia Artística Profissional, uma ferramenta de comunicação poderosa para se apresentar no mercado cultural - Alexandra Gomes

Atualmente todos nós nos movimentamos num mundo altamente competitivo em todos os campos de atividade, em especial quando se trata do âmbito profissional. Distinguir-se pelas boas razões no trabalho que se faz, não é, no entanto, só uma questão de personalidade, ética e profissionalismo… De facto, quando nos apresentamos a alguém pela primeira vez, conta também (muito) a primeira impressão que causamos, a qual, na maior parte das vezes, nos esforçamos para que seja boa. Nisso, a nossa imagem e linguagem é fundamental e é o que fica na memória dos nossos interlocutores, sejam eles potenciais empregadores, parceiros, colegas ou clientes.

Com a utilização sempre maior dos meios digitais, os cuidados de imagem a ter no mundo profissional são de suma importância, já que este meio é fundamentalmente visual, mesmo que existam mil e um tipos de conteúdos (vídeos, fotos, imagens, gráficos, ficheiros áudio e tudo o que a nossa criatividade e a tecnologia disponível nos permitem criar em cada momento). No digital, o que se vê e se lê é, na maior parte dos casos, a primeira impressão que temos de algo ou de alguém.

No mundo das artes e da cultura, cada vez mais online, não é caso para descurar esta realidade. De facto, este é considerados por muitos um momento ideal para investir na digitalização das nossas formas de nos apresentar, juntando conteúdo digital aos nossos materiais tradicionais.

Neste artigo, em que volto aos temas da comunicação e marketing cultural, não falarei de todas as formas digitais de se apresentar, mas terei em especial consideração a importância da criação e utilização de uma boa biografia artística em formato digital. Afinal, esta é uma ferramenta de comunicação poderosa para que os artistas (e não só) se apresentem no mercado cultural, tanto online, como offline.


Neste Artigo…


Biografia Artística para Profissionais do Mundo das Artes - Alexandra Gomes
Para um artista, ter vários tipos de biografias suas disponíveis para utilização profissional (bem como outros materiais de apresentação complementares) é essencial. É igualmente importante que esses materiais comunicativos tenham um aspecto e conteúdos profissionais.

Biografia Artística – o que é?

A biografia é a história de vida de uma pessoa e é um conceito que deriva do grego antigo em que se junta as palavras bios (vida) e graphein (escrever). Embora se use o termo “biografia” também em sentido figurado e sem o suporte de material escrito, na maior parte das vezes, a biografia é uma narração escrita em que se apresenta de forma resumida os principais factos e acontecimentos que ilustram e contam a vida de uma pessoa.

Embora exista o género literário “biografia” (normalmente a biografia de figuras ilustres da história e/ou figuras cuja vida e trabalho tiveram/têm tido impacto significativo nas áreas em que se movem), para o caso deste artigo, o que nos interessa é a utilização desta forma de escrita como meio para que uma pessoa se apresente ao mundo no âmbito profissional.

É também importante aqui distinguir entre a autobiografia e a biografia:

  • Autobiografia – normalmente narrada pelo próprio, na primeira pessoa;
  • Biografia – um narrador conta os factos principais da vida de alguém, que não a sua própria vida, geralmente utilizando a terceira pessoa.

Posto isto, podemos dizer que a Biografia Artística é uma biografia que narra a vida e trabalho de uma pessoa que se quer apresentar ao mundo como artista que participa ativamente no mercado de trabalho cultural. Podem ser profissionais ou amadores que se dedicam às mais variadas áreas artísticas, como a música, o teatro, a dança, a pintura, a escultura e a literatura, por exemplo. Também é possível fazer biografias de Instituições e Associações culturais.

Principais diferenças entre biografia, portefólio e CV

No mundo artístico é comum utilizar CV, biografias e/ou portefólios para se apresentar e ao seu trabalho. No entanto, existe muita confusão entre estes materiais de comunicação, e muitas pessoas acham que é a mesma coisa, apresentando frequentemente uma biografia como portefólio e vice-versa, ou um cv como biografia e/ou portefólio e vice-versa. Embora sejam parecidos em algumas coisas, como o facto de pretenderem apresentar a experiência profissional de alguém e as suas competências para o mundo do trabalho e/ou desempenhar determinada função, a verdade é que são materiais que servem propósitos diferentes e, na maior parte dos casos, se destinam a públicos-alvo diferentes.

Poder-se-ia criar livros e livros sobre este tema e sobre as técnicas a utilizar para cada um destes documentos. Para este artigo, no entanto, fica uma distinção básica e simples entre cada uma destas ferramentas comunicativas:

Uma biografia é, como vimos, uma narração que expõe o percurso de vida de uma pessoa (mesmo que inclua as conquistas profissionais), já um portefólio é um dossier ou documento com o registo dos melhores trabalhos profissionais que você fez individualmente, enquanto estudante ou enquanto grupo/instituição/empresa. No fundo, o portefólio não interliga a sua vida académica, pessoal e profissional como um todo narrativo, mas é mais uma lista em você que selecciona os seus melhores trabalhos para apresentar e dar a conhecer, na prática, o que faz, como uma montra profissional.

Já o CV é um documento, normalmente organizado cronologicamente ou por temas, em que você apresenta as suas habilitações académicas e experiências profissionais de forma técnica e obedecendo a um determinado esquema e a uma determinada ordem. Não é uma narrativa como a biografia, nem uma montra profissional como o portefólio, mas um documento mais básico e menos completo do que qualquer um destes dois.

Diferenças entre CV, Biografia e Portefólio - Alexandra Gomes

Tipos de biografias artísticas profissionais que existem

Existem várias formas de apresentar uma biografia profissional hoje em dia, o que é possível principalmente devido ao avanço das tecnologias que temos à disposição e à existência de diferentes ferramentas acessíveis que nos permitem diversificar o modo como nos apresentamos. No entanto, e como sublinhado até aqui, o foco deste artigo é na biografia na sua forma escrita, pois esta é a forma mais tradicional e intemporal, que fica sempre na base de tudo o resto que podemos criar neste âmbito.

Podemos ter que apresentar essa biografia em vários meios diferentes, desde documentos profissionais, propostas de projetos e contactos com os meios de comunicação (online e offline), até websites, redes sociais e plataformas digitais. Por outro lado, para cada um destes meios, pode ser necessário um tipo de biografia diferente, tal como, por exemplo:  

  1. Biografia Artística completa – uma biografia em documento passível de ser enviado digitalmente como anexo (aconselhado o formado PDF), em que se narram os factos mais relevantes da vida pessoal e académica e os trabalhos principais de um artista. Não há limite de páginas, mas o aconselhável é que não sejam mais de 4 páginas. O documento pode ser impresso para utilização offline sempre que necessário.
  2. Biografia Artística resumida – um documento semelhante ao anterior, mas mais resumido, com, no máximo 1 página e meia.
  3. Short Bio artística – é a versão mais resumida destas biografias e todos os artistas devem ter uma, pois é um dos formatos mais requisitados para os mais variados fins. Normalmente é a mais difícil de criar, já que contém apenas um parágrafo (máximo dois), como se fosse uma espécie de sinopse da vida e trabalho da pessoa. Deve conter tudo o que é mais importante de salientar a nível biográfico, mantendo-se atrativa e cativante, se possível com as palavras-chave principais incluídas. Pode ser utilizada online e offline.
  4. Biografia artística resumida para redes sociais – este tipo de biografia, pela sua natureza, é apenas digital, utilizada apenas online. O seu tamanho depende do espaço disponibilizado para o efeito pela rede social a que se destina. Mesmo assim, deve sempre ser atrativa e ter a informação básica estratégicamente inserida, mesmo quando o espaço para tal é pouco. Também deve ser otimizada com palavras-chave e pode conter elementos extra como links, hashtags, emojis e outros elementos caraterísticos destes canais de comunicação.
  5. Biografia artística otimizada para wesbite – é uma biografia totalmente digital, parecida com a primeira biografia artística, mas que não é pensada para enviar via email (ou outra via) e normalmente não é feita conservando a possibilidade de imprimir para transformar em formato papel. No entanto, esta biografia é um dos textos que deverá ajudar a ter mais visibilidade no seu website profissional. Assim, deverá ser clara, atrativa e bem estruturada, se possível com subtítulos, por exemplo, já que um texto muito longo é difícil de ler nos ecrãs. Neste caso, a otimização deve permitir que a biografia (e, por consequência, o website) seja encontrada pelos motores de busca como o Google e seja fácil de ler e consultar no meio digital. São permitidos links e são obrigatórias palavras-chave, entre outros elementos técnicos que permitam que as pessoas encontrem o(a) artista ao pesquisar algo sobre ele(a), o seu trabalho ou área de atuação na internet.

Os tipos de biografia estão sempre a evoluir, conforme evoluem os meios em que nos podemos apresentar, pelo que, estes acima referidos são apenas alguns dos mais comuns.

Porque é importante uma biografia com ar profissional

Já o disse no início deste artigo: a primeira impressão que se causa nos nossos interlocutores, em especial a nível profissional, é aquela que depois iá pesar mais na imagem mental que essas pessoas fazem de nós. Se não estamos cara a cara, e nos apresentamos através dos meios digitais, essa primeira impressão é, muitas vezes, difícil de ajustar e corrigir caso algo esteja a ir menos bem. Uma biografia com ar profissional é, portanto, uma ferramenta importantíssima para causar boa impressão nos nossos públicos, em especial quando nos devemos apresentar desse modo, à distância.

Esta é uma premissa válida para todas as áreas profissionais, mas é especialmente importante nas áreas artísticas e culturais em que a biografia é um instrumento de trabalho básico seja para se apresentar de uma forma geral, seja para enviar propostas, manter uma boa visibilidade nos meios de comunicação, dar-se a conhecer ao público final, ou simplesmente para se dedicar ao networking profissional.

Uma biografia profissional deve:

  • Facilitar a leitura/consulta, através da sua estrutura e linguagem claras.
  • Transmitir a quem lê confiança sobre a pessoa retratada/descrita, ilustrando o seu profissionalismo, experiência e competência.
  • Tornar o trabalho e o percurso de vida retratados atrativos para o leitor/interlocutor, através de técnicas de narração adequadas para cada meio a que se destina a biografia.
  • Transmitir a ideia de qualidade com pequenos pormenores como estar isenta de erros ortográficos e conter cores e tipos de letra adequados.
  • Ser adequada ao meio através do qual será transmitida/difundida e ao público-alvo final a que se destina.
  • Estar otimizada para os meios digitais através de técnicas SEO.

Posto isto, direi apenas que, em minha opinião, a criação de vários tipos de biografia artística profissional é um investimento de carreira, já que será sempre um dos materiais mais utilizados. Poderá aproveitar os momentos livres para se dedicar à escrita desse material, tendo em conta o objetivo de conseguir que os textos tenham as caraterísticas apontadas acima. Se não tiver essa disponibilidade para se dedicar a essa tarefa, poderá sempre contactar um profissional externo que o ajude. Se preferir, eu própria presto também esse serviço

A importância da manutenção de uma biografia artística profissional

Se já tem uma (ou várias) biografia profissional escrita, editada e pronta a divulgar/utilizar nos vários meios, esteja ciente que o trabalho não acaba por aí. É importante manter esse material atualizado nas suas várias versões e, sempre que possível, nos seus diferentes formatos.

É aconselhável que sempre que haja uma novidade, uma nova conquista profissional ou mais um projeto completado ou em execução, você use a sua biografia para dar conta dessas alterações ao seu público. Afinal, aqui não se trata de escrever sobre a vida de um personagem do século passado, mas antes de alguém em constante evolução e crescimento ao longo da sua vida. Não há nada mais natural em termos de marketing pessoal e profissional do que querer partilhar e dar a conhecer de forma adequada as nossas conquistas e marcos históricos de carreira.

Por outro lado, esteja ciente que as plataformas e meios digitais, como os websites e redes sociais estão em constante evolução e mutação, de forma que aí é preciso ir mantendo a biografia atualizada, com as caraterísticas requisitadas e o tamanho correto, nesses meios para que não corra o risco de ficar para trás na comunicação por esses canais, ou que essa informação desapareça (ou fique cortada, por exemplo) por falta de adequação.

A dica é para que uma vez por ano se dedique a essa atualização. Se é no início, a meio ou no fim do ano, fica a seu critério, conforme o ritmo a que se desenvolve e evolui a sua carreira. O importante é arranjar uma forma/método de manter essa informação atualizada nos vários canais comunicativos que utiliza.


Informação Adicional

Serviços de Comunicação para Artistas (inclui realização de biografias profissionais) | http://alexandragomes.com/servicos-de-comunicacao-para-artistas/

Link inserido em Fevereiro de 2021.


5 2 votes
Article Rating
Subscrever
Notificação de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments